quinta-feira, 29 de julho de 2010

TRABALHO DO GEOTRILHAS/RN É EXPOSTO NA 62ª REUNIÃO DA SBPC

Marcaram presença na apresentação José Viera Jr, Rita de Cássia e Lázaro Freire 

O Projeto GEOTRILHAS /RN marcou presença num dos maiores eventos científicos do país, a 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que esta ocorrendo n o período de 25 a 30 de julho de 2010, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A SBPC é realizada desde 1948, com a participação de autoridades, gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia (C&T) e representantes de sociedades científicas, a Reunião é um importante meio de difusão dos avanços da ciência nas diversas áreas do conhecimento e é um fórum de debate de políticas públicas em C&T. O evento reúne milhares de pessoas, entre cientistas, professores e estudantes de todos os níveis, profissionais liberais e demais interessados. 

Durante o evento, o GEOTRILHAS/RN teve a oportunidade de expor um dos seus trabalhos acadêmicos na sessão de pôsteres da SBPC. O trabalho intitulado O TURISMO COMO UMA ALTERNATIVA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL PARA PEQUENOS MUNICÍPIOS DO AGRESTE E SERTÃO, de autoria dos geotrilheiros Ângelo Roncalle; José Vieira Jr; Kathiuscia Fernandes; Lázaro Freire; Maria Soares e a Profª Nubelia Moreira, foi apresentado no setor de aulas IV da UFRN na terça-feira dia 27 de julho. A pesquisa fala sobre como os pequenos municípios podem utilizar de seus atrativos naturais, históricos e culturais, para desenvolverem a economia local por meio do ecoturismo e do turismo pedagógico.

Segundo José Vieira Jr., que comandou a apresentação do trabalho, essa seria uma alternativa crescimento econômico para os pequenos municípios do Nordeste, na medida que eles possam captar a clientela que esta quase que exclusivamente restrita ao turismo de sol e mar, nas capitais dos estados. Os municípios que puderem oferecer uma estrutura básica de apoio logístico para esses turistas, aliada a uma exploração de forma sustentável de seu potencial turístico, poderiam proporcionar uma qualidade melhor de vida para seus munícipes, que passariam a trabalhar num dos ramos que mais crescem e movimentam a economia no mundo (o turismo). O trabalha teve como parâmetros, visitas realizadas em municípios do interior do Rio Grande do Norte e Paraíba. 

O local da exposição do banner foi bastante visitado, onde outros estudantes da área de Geografia puderam trocar idéias sobre o trabalho, e outros com semelhança em seus estados de origem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário