sexta-feira, 31 de maio de 2013

ESPECIAL CAMINHOS DE COMPOSTELA - GEOTRILHEIROS EMBARCAM RUMO A EUROPA


Depois de um ano de preparação, finalmente chegou o momento tão esperado por um grupo de oito geotrilheiros para fazer o Caminho de Santiago de Compostela. Com tudo pronto, o grupo embarca no Aeroporto Internacional Augusto Severo em Parnamirim\RN (sexta-feira, 31\05) em voo da TAP rumo à cidade do Porto (Portugal), de onde inicia a peregrinação, na segunda-feira, às 8h, até a região da Galícia, na Espanha. 

 O desafio faz parte da Expedição 2013 do Geotrilhas\RN. Integra o grupo cinco mulheres e três homens, na faixa etária dos 40 aos 60 anos, todos residentes em Natal (RN). 

Durante o embarque os “geotrilheiros compostelanos” foram prestigiados por familiares e amigos que levaram o seu carinho e as palavras de confiança para o cumprimento da expedição. 

O embarque contou com a presença de outros geotrilheiros, inclusive do Diretor-Presidente do Geotrilhas\RN Lázaro Freire, que ministrou o seu último briefing aos geotrilheiros antes do seu licenciamento. 


“A Expedição Geotrilhas\RN nos Caminhos de Santigo de Compostela é um marco nos 4 anos de história do projeto Geotrilhas\RN”, afirmou o Diretor-Presidente em referência a evolução que o projeto tomou neste período, tendo surgido numa trilha ecológica no Parques das Dunas de Natal em 2009, e agora atravessando o Atlântico rumo à Europa.

3ª PEDALADA ECOLÓGICA


quinta-feira, 30 de maio de 2013

TRILHA ECOLÓGICA DA NASCENTE DO POTENGI - Cerro Corá/RN

CONHEÇA CERRO CORÁ/RN


Localizada a uma distância de 190 Km da capital Natal, o município de Cerro Corá esta situado em cima da microrregião da Serra de Santana, no Seridó Potiguar. 

Segundo o IDEMA, sua história tem início com a presença dos índios Canindés e Janduís, os primeiros habitantes da localidade, começaram uma sublevação no final do século XVII, e uma expedição dirigiu-se à região com o objetivo de reprimir o levante. 

Mas os grupos de povoamento só chegaram à localidade com a fixação de colonizadores, apenas no século seguinte, dedicados à agricultura e à pecuária. 

A primeira proprietária de terras na localidade foi Adriana de Holanda Vasconcelos, que no ano de 1764 recebeu duas Datas de Terras. Dona Adriana doou parte da serra que ficava em suas terras a Nossa Senhora Santana, surgindo o nome Serra de Santana. 

Nos idos de 1886, o Major Lula Gomes, paraibano de Picuí, proprietário da localidade chamada de Barro Vermelho, fundou o povoado de Caraúbas, nome dado em referência à existência de carnaubeiras nas redondezas. 

Com o incentivo inicial de Lula Gomes, o povoado se desenvolveu com o importante trabalho de Manoel Salustino Gomes de Macedo, João Soares de Maria, João Pinto, Tomaz de Araújo e Manoel Osório de Barros. Em homenagem ao último momento histórico da Guerra do Paraguai, o Presidente da Intendência de Currais Novos, João Alfredo Galvão, o Joca Pires, no ano de 1922, mudou o nome do povoado para Cerro Corá, passando a distrito do município de Currais Novos em 1938, pelo Decreto número 603. 

No dia 11 de dezembro de 1953, através da Lei número 1.031, desmembrado de Currais Novos, o distrito de Cerro Corá passou à categoria de município do Rio Grande do Norte. 

GEOTRILHAS/RN EM CERRO CORÁ


1º Dia

A Trilha do Potengi ocorreu no último dia de maio e contou com a participação de 16 geotrilheiros que tinham um único objetivo. Conhecer as belezas naturais de umas das regiões mais bonitas do Seridó. 

Logo na chegada a município, tivemos uma pequena dificuldade quanto a acomodação dos participantes, haja vista problemas de reservas em uma das mais conceituadas pousadas da região conhecida pelo seu requinte. Porém, não pensando no lucro, mas sim em atender bem os clientes com aquela simpatia típica do interior, a família que administra a POUSADA CENTRAL, surgiu para acudir os geotrilheiros que ficaram desalojados por causa de um evento na dita requintada. 

Enfim, devidamente alojados as duas metades do grupo, fomos apresentados ao nosso guia com nome de cantor. Ronivon não cantava bem, mas demostrou logo no primeiro momento demostrou grande interesse na condução do grupo com a alegria do espírito escoteiro. Partimos rumo a primeira trilha do final de semana rumo a nascente do Rio Potengi. 



Caminhando em meio as vazantes, aproveitamos o clima nublado e bem ameno e transpondo as inúmeras cercas que surgiu em nossa frente, subíamos rio acima. Mesmo com um clima ameno e a possibilidade de chuva que nos cercava, foi facilmente perceptível já havia algum tempo que não caia uma gota de água em Cerro Corá. Porém, bastou apenas uma leve chuva para que a vegetação da caatinga seridoense voltasse a esverdear. 

Em meio a muita lama e rochas no leito seco do rio, passamos por uma região completamente dividida por causa do programa de reforma agraria no município. Em muitos pontos, as cercas passavam de uma margem a outra do Potengi, que delimitavam os roçados de agricultura de subsistência características do interior do Rio Grande do Norte. 

Após corrermos de algumas vacas bravas que pastavam na várzea do Potengi, chegamos numa área repleta de jurema preta. Uma espécime típica da caatinga que possui como grande característica os diversos espinhos em seu caule e galhos. 

Passando pelo grande labirinto espinhento, encontramos um pequeno córrego com água
cristalina doce. Era um das inúmeras fontes de abastecimento do Rio Potengi, porém, Ronivon nos informou que esse córrego não viria do nascente principal do rio e que teríamos uma grande surpresa a frente. Subindo a serra propriamente dita, encontramos mais uma vertente que seria da verdadeira nascente do Potengi. A curiosidade a qual o guia nos informou foi concretizada, na medida em que a água de brotava da rocha era extremamente salgada. Tal fato se dá devido ao quantidade de concentração de minerais encontrados nas rochas da região.

Fotografias a parte na nascente, seguimos serra acima para encontrar o nosso resgate. Enquanto isso, por trás de nós a cidade de Cerro Corá surgiu revelando sua beleza, assim como, a do alto do platô quando finalmente chegamos. Deste ponto foi possível observar os pequenos sítios que compunha a paisagem, tendo a Serra de São João ao fundo embelezando a moldura. 

Encontramos o animado motorista Gener que conduziu o “pau-de-arara” levando o grupo já no crepúsculo da tarde de volta para a pousada requintada, onde foi servido o almoço, que por sinal estava bastante delicioso e franco, o que compensaria a falha no momento das reservas do grupo. Mas nunca, o fato de tentar reconquistar o pessoal oferecendo os quartos que sobraram dos possíveis “convidados” do evento da noite. Era para sairmos na cara de pau da POUSADA CENTRAL que tanto nos recebeu bem por causa do requinte? Montante de capital financeiro não é sinônimo de ética. Lamentável! 

Repudiando tal fato, após o almoço-jantar, haja vista o avanço da hora, a outra parte do grupo seguiu para a cidade, onde após um rápido city tour pela praça, nos recolhemos na POUSADA CENTRAL finalizando o primeiro dia e atividade. 

2º Dia

Após um café da manhã bem diversificado e saboroso na POUSADA CENTRAL, seguimos para a pousada requintada onde houve um atraso de uma hora no café da manhã a ser servido aos hospedes devido ao evento da noite anterior. 

Passado mais um momento de aborrecimento, embarcamos no pau-de-arara que era conduzido pelo guia Ronivon. Seguimos desta vez para o Vale Vulcânico onde chegamos após 1h:30 de viagem em meio a inúmeros sítios da região. 

Desembarcando do veículo e seguimos uma trilha com destino ao fundo do vale seguindo por uma estreita trilha até um local que nos chamou bastante a atenção. 

Em um determinado momento da trilha encontramos um enorme paredão onde há milhões de anos atrás, ocorreu uma grande erupção que cristalizou as rochas basálticas. Sem dúvida, um das mais belas paisagens do Rio Grande do Norte que já havia presenciado. As rochas seguem pelo eito do rio, que no momento estava bastante seco, mas que também nos levava a uma formação rochosa bastante bonita que rendeu inúmeras fotografias por parte dos geotrilheiros. 

Subindo a serra no caminho inverso, com o objetivo de chegar a Serra Rajada no outro lado do município. Embarcarmos novamente no “pau-de-arara” com destino aos conventos de Cerro Corá. Após quase duas horas em estradas de terra, chegamos a uma região repleta de grandes rochas de variadas formas dispersas no meio, mas ainda não era o local do nosso desembarque. Passando por áreas de fruteiras, chegamos finalmente aos conventos. 

Não seria um convento destinada a reclusão de seminaristas, mas sim, devido as disposição
e do posicionamento das rochas que lembrar uma enorme edificação subdividida em vários cômodos. Em seu interior, encontramos um enorme salão, cujo era utilizado em forrós organizados pela comunidade.



Ao terminarmos a visita ao convento, Ronivon nos levou para o “grand finale” da nossa trilha. Em nossa frente havia um enorme rocha num formato de rampa de lançamento. Em seu alto foi revelado uma outra magnifica paisagem aos geotrilheiros. Um enorme vale recortado de serras e tendo em destaque o Pico do Cabugi ao fundo. Fascinante seria o termo a ser proferido por todos nós neste momento de encontro com a beleza potiguar. 


Satisfeito com o que foi observados, seguimos para a pousada requintada já no meio da tarde para o almoço. Tendo a certeza que encontraríamos uma boa comida, o que de fato ocorreu. 

Porém, o mesmo atendimento do dia anterior não se repetiu, pelo fato de ter esperado os geotrilheiros colocarem a comida no prato, para mandar pesar na balança do self service. Uma atitude totalmente deselegante, pois haja sido acertado no momento da hospedagem um valor fixo na refeição. 

Famintos e extremamente cansados, e acima de tudo irritados com tal atitude, o grupo ao terminar o almoço, trataram de desocupar o mais rápido possível os apartamento da pousada para seguir viagem. Mas havia uma outra surpresa: Uma cobrança da diária em dobro em um dos quartos ocupados. 

Após uma conversa demorada, foi chegado um entendimento e a certeza que jamais retornaríamos a esta pousada. Já a outra parte do grupo que ficou na POUSADA CENTRAL ao desocupar os quartos, agradeceu ao ótimo atendimento e o profissionalismo da casa, que mesmo não contando com a estrutura da “prima rica” passou um impressão de um acolhimento familiar. 

Em meio a alegrias e decepções, levamos as muitas alegrias proporcionadas pelo guia Ronivon e pela equipe da POUSADA CENTRAL. Além das belezas naturais de Cerro Corá. Mas um pouco amargurados pelos aborrecimentos ocasionados pela “prima rica”.

Raio-X 

Nível de Dificuldade –Médio

Localização da Trilha – Bom 

Disponibilidade de Socorro Médico – Regular 

Apoio Logístico - Bom 

Recomendações necessárias para trilhar 
- Usar roupas leves, confortáveis e fechadas; 
- Utilizar bastante protetor solar; 
- Levar cantil com bastante água; 
- Levar repelente contra insetos;
- Levar capa de chuva; - Utilizar chapéu ou boné para se proteger do sol; 
- Não escrever, desenhar ou danificar as árvores; 
- Evita incêndios, apagando cigarros e charutos antes de descartá-los; 
- Guadar seu lixo e obedecer às instruções do condutor;
- Levar kit de primeiros socorros. 

 Onde Ficar

Pousada Central

Fone: (84) ****-****  

Contatos para realização de trilha 

Ronivon

Fone: (84) 9622-7175

 

CICLISTAS MOSSOROENSES ORGANIZAM PROTESTO EM FAVOR DA VIDA


A comunidade ciclística de Mossoró/RN esta organizando para amanhã (31/05) uma grande movimentação pelas ruas do município. O evento intitulado "Bicicletada Mossoró" tem por objetivo conscientizar as autoridades locais quanto a adoção de ações para coibir o crescente número de ciclistas mortos por atropelamento na cidade. A concentração estar marcada pala às 18h:00 em frente ao Teatro Dix-Huit Rosado.   

BRASIL E ALEMANHA UNIDOS PELO TURISMO


Um dos primeiros compromissos dos membros do parlamento alemão, que compõem a Delegação de Turismo da Alemanha, ao chegar no Brasil, foi um encontro com o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, e com diretores e assessores do Instituto. “Temos um importante fluxo de turismo entre os dois países, relações econômicas sólidas e muitas oportunidades de negócios pela frente”, disse Dino ao dar as boas vindas à delegação. “A Alemanha é o terceiro maior emissor de turistas para o Brasil, um mercado que acreditamos no crescimento do turismo, não só pelo número de visitantes, mas também pelas oportunidades de investimento que o Brasil oferece”. 

Aos alemães, o presidente fez uma breve apresentação sobre a situação do Brasil, destacando a economia do turismo no desenvolvimento das regiões do país. Em seguida, apresentou o vídeo da campanha publicitária da Embratur para promover os destinos brasileiros no mercado internacional. “As imagens falam por isso só. Elas fazem com que tenhamos mais vontade de conhecer toda a diversidade do Brasil e vivenciar essa energia que o brasileiro tem, que é um traço marcante do país”, disse a chefe da delegação alemã, a deputada Rita Pawelski. 

Pawelski também destacou que, para a Alemanha, o Brasil é um país que apresenta aspectos positivos, não só por suas riquezas naturais, mas também pelo considerável crescimento na economia e perspectivas de expansão em todos os outros setores. “Agradecemos a gentileza de nos receber e nos colocar à disposição informações sobre como o país vê o turismo e as estratégias de posicionamento dentro do mercado internacional”, disse Rita. 

Em seguida, os outros membros da comitiva realizaram uma rodada de perguntas para os dirigentes da Embratur, as principais dúvidas foram sobre infraestrutura, estruturação dos produtos turísticos, segurança pública e atrativos para públicos segmentados, como por exemplo, os aposentados. Dino lembrou que as estreitas relações entre Alemanha e Brasil têm longa tradição. “O ano ‘Alemanha + Brasil 2013-2014’ deverá representar o que compartilhamos para moldar o futuro. Num mundo em rápida transformação, pretendemos oferecer respostas e ideias sustentáveis para a vida futura”. 

Outra ação importante que acontecerá em 2013 será a participação do Brasil como país de honra da Feira do Livro de Frankfurt de 2013. Um dos maiores encontros do ramo editorial do mundo, a Feira do Livro de Frankfurt acontece todo ano no mês de outubro. Reúne especialistas do mundo editorial de mais de 120 países. É um fórum privilegiado para expansão de negócios e formação de rede de contatos. 

O país homenageado recebe a oportunidade de expor ao mundo o potencial editorial de seu mercado literário. “A Embratur tem todo interesse em fazer parte do esforço do governo brasileiro para participar do evento e ampliar assim, a divulgação do país como destino turístico na Alemanha, importante mercado emissivo de visitantes para o Brasil”. Para ele, a cultura tem sido utilizada como ferramenta para elevar o país a um patamar diferenciado no mercado internacional. E as nossas estratégias de promoção turística estão cada vez mais embasadas nos diversos elementos culturais. 


quarta-feira, 29 de maio de 2013

MAFALDO PINTO APRESENTA A SUA FORMAÇÃO DE QUADRILHA



O humorista potiguar Mafaldo Pinto apresenta o show “Formação de quadrilha”. Aproveitando o período Junino e o eterno cenário político brasileiro, o humorista potiguar Mafaldo Pinto, traz ao palco do Teatro Riachuelo o show “formação de quadrilha”. 

Um show que mistura piadas, músicas, improviso, interatividade com o público. Mafaldo Pinto traz personagens próprios, além de imitações de personalidades locais e nacionais, tendo a sátira política como a base do seu show, Mafaldo promete levar para o público humor leve, inteligente e agradável. 

Algumas personalidades foram convidados para fazer parte desse grande arraiá, entre eles o ministro Babibalde, o ex-tudo Babosier, a vice Ilma de Farinha interpretada pelo ator Gleydson Almeida, a atual governanta Rosalva se Abrindo interpretada pelo próprio Mafaldo , além de convidados especiais , que serão surpresa nessa grande quadrilha! 

Ingressos: 

Plateia A + INTEIRA - R$ 60,00 

Plateia B Central + INTEIRA - R$ 60,00 

Plateia B LAT IMP + INTEIRA - R$ 60,00 

Plateia B LAT PAR + INTEIRA - R$ 60,00 

Balcão Nobre Central + INTEIRA - R$ 50,00 

Balcão Nobre LAT IMP + INTEIRA - R$ 50,00 

Balcão Nobre LAT PAR + INTEIRA - R$ 50,00 

Camarote 3 + INTEIRA - R$ 70,00 

Camarote 3 Cad. Alta + INTEIRA - R$ 70,00 

Camarote 4 + INTEIRA - R$ 70,00 

Camarote 4 Cad. Alta + INTEIRA - R$ 70,00 

Teatro Riachuelo: http://www.teatroriachuelo.com.br/ 

Aproveitando a promoção do PEIXE URBANO, você compra o seu ingresso com 52% de desconto.

LAJES/RN PREPARA INVENTÁRIO TURÍSTICO EM PARCERIA COM A UERN

Pesquisadores desbravam o Sítio Santa Rosa
Feliz! Esse é o sentimento que todos que integram o Projeto Geotrilhas/RN sentem pelos amigos que sempre batalharam pelo desenvolvimento do Turismo em Lajes/RN. 

Após viabilizar em conjunto com a UERN-Natal, o documentário “Lajes/RN: A porteira do Sertão Potiguar”, o Geotrilhas/RN articulou o principal passo para o desenvolvimento do Turismo local.

No último dia 21de abril o município de Lajes/RN deu um importante passo para a consolidação do Turismo na Região Central do Rio Grande do Norte, com a reunião realizada no Campus Natal da UERN que tratou das primeiras negociações para a elaboração do inventário turístico do município. 

A reunião contou com a participação do Secretário Municipal de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Recursos Minerais, o César Augusto de Medeiros Martins,  do Coordenador de Turismo do município, José Leandro Souza e de professores ligados ao Departamento de Turismo do CAN/UERN, além dos pesquisadores do GEPTUR (Grupo de Estudos e Pesquisa em Turismo), também pertencente ao DPTUR e principal responsável pela realização da parceria. 

A reunião resultou numa visita técnica aos principais pontos de potencial de atração turística de Lajes e as primeiras negociações quanto ao início dos trabalhos acadêmicos no município.

terça-feira, 28 de maio de 2013

E ASSIM CAMINHA O PENSAMENTO GEOGRÁFICO


OFICINA DE LIGHTROOM – FLUXO DE TRABALHO DIGITAL



Pague em até 12 vezes no cartão Programa para a pós-produção de imagens, o Lightroom é uma poderosa ferramenta criada especialmente para o fluxo de trabalho dos fotógrafos. 

No dia 1º de junho (sábado), das 14h00 às 16h00, o Foto Practical – Estúdio & Escola – vai começar uma “Oficina de Lightroom” para fotógrafos profissionais, amadores avançados ou para quem trabalha com imagens. 

O curso terá duração de seis aulas cm vagas limitadas. 

O Lightroom é um programa de edição de imagens e uma ferramenta de produtividade do fluxo de trabalho. Ele fornece praticamente tudo que os fotógrafos necessitam para gerenciar, editar e apresentar todas as imagens em um único pacote simples, organizado, rápido e intuitivo. 

SERVIÇO 

Oficina de Lightroom 4 – Fluxo de Trabalho Digital 

Início | 1º de junho (só aos sábado – 06 aulas) 

Horário | 14h00 às 16h00 

Investimento | R$ 300,00 a vista Ou em até 12 vezes pelo Pague Seguro Informações: 84 3211-5436 / alexgurgel@supercabo.com.br

RALLY DOS SERTÕES PROMOVE DESTINOS REGIONAIS DE TURISMO

Quem acompanha os esportes off road sabe que, no rali, a competição em si é apenas um dos atrativos. No Rally dos Sertões, além de adrenalina e boas disputas, chama a atenção a interatividade com as culturas regionais, as belas paisagens e uma caravana de mais de três mil pessoas que movimentam todos os setores da economia durante os dez dias de evento.

Com a finalidade de promover regiões ainda pouco conhecidas pelos brasileiros, o Ministério do Turismo, em parceria firmada com a empresa organizadora do evento, a Dunas Race, apoiará a divulgação da 21ª edição do rali, que será disputada em julho e agosto. “É uma grande oportunidade de mostrar o Brasil para o mundo e um grande privilégio ter  o Ministério do Turismo apoiando nosso evento”, diz Lucas Moraes, Gerente de Marketing e Novos Negócios da Dunas Race.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirma que há interesse em participar de eventos que ajudam a promover os destinos nacionais. “Queremos ampliar a oferta e melhorar a competitividade do nosso país. O Rally dos Sertões vai ao encontro dessa estratégia”, afirmou. No ano passado, o evento movimentou cerca de R$ 50 milhões, segundo os organizadores. Somente com a divulgação do rali na televisão nacional, o número de pessoas impactadas foi superior a 25 milhões.

Fonte: ASCOM/MTur


segunda-feira, 27 de maio de 2013

DONA INÊS/PB RECEBE PESQUISADORES DA UERN


O município de Dona Inês/PB recebeu no último dia 20 de abril a visita da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do GEPTUR (Grupo de Estudos e Pesquisa em Turismo), com um número total de 10 pesquisadores das áreas de Turismo e Pedagogia envolvidos na visita. 

Os objetivos da visita foram fazer os primeiro levantamentos das potencialidades turísticas do município, bem como, a primeira reunião de mobilização envolvendo a comunidade do Assentamento Tanques para a implementação de um modelo de turismo centrado na ruralidade. 

Dentre os pontos visitados e catalogados pela equipe, destacam-se o próprio Assentamento Tanques, a comunidade quilombola da Cruz da Menina, a feira-livre com todos os seus aspectos culturais, a Mata do Seró, juntamente com sua bela cachoeira. 

A cultura local foi representada com apresentações de duplas de violeiros em plena feira-livre, o grupo de forró do radialista Júnior Campos, com a mistura do forró pé-de-serra com versos e a animação do grupo de pífanos Pimenta Malagueta, que animou a trilha das Pegadas do Vaqueiro com a música de boa qualidade. 

A equipe de pesquisadores teve o apoio do competente guia Cristiano Lourenço, do presidente do Conselho de Cultura de Dona Inês, Mariano Ferreira e a receptividade das famílias dos assentados Nilton Gomes e Seu Geraldo. A visita da equipe de pesquisadores e fruto do trabalho do Projeto Geotrilhas/RN, que a mais de dois anos conta com o trabalho socioambiental dentro do Assentamento Tanques. 

Notícia oferecida por

GEOTRILHEIROS PRONTOS PARA FAZER O CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA



Por José Zilmar, jornalista

Depois de um ano de preparação, finalmente chegou o momento tão esperado por um grupo de oito geotrilheiros para fazer o Caminho de Santiago de Compostela. Com tudo pronto, o grupo embarca na noite da próxima sexta-feira (31) voando TAP rumo à cidade do Porto (Portugal), de onde inicia a peregrinação, na segunda-feira, às 8h, até a região da Galícia, na Espanha. 

O desafio faz parte da Expedição 2013 do Geotrilhas. Integra o grupo cinco mulheres e três homens, na faixa etária dos 40 aos 60 anos, todos residentes em Natal (RN). 

Como última atividade do grupo no Brasil está previsto um jantar de “boa sorte”, por adesão, nesta quinta-feira (30), às 19h, no restaurante “O Peixe”, na av. Roberto Freire, para reunir todos os compostelanos, parentes, apoiadores e incentivadores. Quem quiser participar, deve confirmar presença para efeito de reserva no local. 

PLANEJAMENTO 

Essa expedição internacional do Geotrilhas foi cuidadosamente planejada desde o seu anúncio há exato um ano. Com o convite a todos, foram abertas 12 vagas e a adesão de cada um ao projeto ocorrendo ao longo de três momentos distintos e demarcados a cada quatro meses. 

O primeiro momento consistiu em “eu quero ir”, o segundo, “eu posso ir” e o terceiro, “eu vou”. Além de orientações psicológicas e reuniões periódicas para definições logísticas, o planejamento constou de uma agenda específica para cada momento, sendo realizada uma série de caminhadas preparatórias e atividades sociais, entre outras atividades intensificadas principalmente ao longo do terceiro momento, quando se delineou o perfil do grupo de peregrinos. 

CONFIANÇA 

Muito próximo da hora do embarque, o grupo está confiante, animado e bastante integrado, consciente do desafio que terá pela frente, qual seja, de cumprir a pé a distância de 220 KM carregando sua própria mochila nas costas, com 5 a 7 KG (média de 10% do peso de cada integrante), ao longo de nove etapas. 

A primeira etapa inicia-se na Sé do Porto e tem extensão de 25 KM, com pernoite em Vilarinho, um lugarejo de Vila do Conde. 

A segunda etapa, de 26 KM, vai de Vilarinho a Barcelos. A terceira compreende trecho de 30 KM entre Barcelos e Ponte de Lima. A quarta etapa é a mais longa, de 38 KM, cruzando a fronteira de Portugal e Espanha, pelo rio Minho, até a cidade de Tuy. 

As próximas etapas serão todas no território espanhol, na região da Galícia. A quinta começa em Tuy e encerra-se em Redondela, cidade próximo a Vigo, num total de 30 KM. A sexta inicia-se em Redondela e segue até Pontevedra, cidade que se alcança depois de 18 KM de caminhada. 

A sétima etapa tem 23 KM, vai de Pontevedra a Caldas de Reis. A etapa seguinte, a oitava, de apenas 17 KM, segue até Padron, cidade de onde o grupo parte para o último trecho, de 21 KM, para alcançar Santiago de Compostela e encerrar a peregrinação.

domingo, 26 de maio de 2013

AMAZONAS DISCUTE PRODUÇÃO DE ALIMENTOS ORGÂNICOS PARA COPA


A Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa) no Amazonas participa, até sábado (25), da nona Semana Nacional de Alimento Orgânico onde discute a ampliação de negócios com produtos orgânicos e sustentáveis durante a Copa do Mundo de Futebol em 2014. O evento acontece na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Amazonas, em Manaus, e tem participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

O coordenador da UGP Copa, Miguel Capobiango Neto, explicou que os governos Federal e estaduais têm intensificado ações para fomentar a produção e o consumo dos alimentos orgânicos no período da Copa. “Os produtos orgânicos não utilizam fertilizantes químicos e por isso são mais saudáveis e sustentáveis por usarem técnicas que não agridem o meio ambiente. Isso gera uma cultura de valorização do que é ecologicamente correto e o governo quer evidenciar este lado ambiental, afinal somos o destino verde da Copa”, avaliou. 

De acordo com o superintendente do Mapa no Amazonas, João Ferdinando Barreto, os produtos orgânicos incluem não só as hortaliças, mas também frutos e animais. “Nossa preocupação é trazer os produtores a fazer parte de um sistema mais ordenado, onde possam receber apoio dos órgãos competentes e, assim, ter uma extensão rural mais participante no Amazonas”, declarou Barreto. Ainda de acordo com ele, a maioria dos produtores do Estado está além da Região Metropolitana de Manaus (RMM) e, até o próximo ano, a estimativa é que o setor seja mais representativo. Copa orgânica O evento é uma ação do projeto Sebrae 2014 que busca identificar, disseminar e fomentar oportunidades de negócios para pequenas empresas para a Copa. Atualmente, 400 produtores rurais do Amazonas são contemplados com o projeto. “Dentro do projeto temos seis áreas de atuação e uma delas é a Copa Orgânica. 

Os produtores passam a contar com capacitação e orientação na prática de cultivo dos produtos até a venda dos mesmos, que podem ser encontrados em diversas feiras orgânicas da cidade a um preço acessível”, disse o gestor do Sebrae no Amazonas, Célio Picanço


sábado, 25 de maio de 2013

PROGRAMAÇÃO DO MOSSORÓ CIDADE JUNINA 2013

A edição 2013 do Mossoró Cidade Junina contará com 10 dias de festa na cidade da resistência. A animação começa no dia 13/06 com shows de Waldonys e Dorgival Dantas. 

Os festejos vão até o dia 30 de junho onde serão finalizados as 100 atrações culturais que o Mossoró Cidade Junina pretende apresentar este ano.

Notícia oferecida por

sexta-feira, 24 de maio de 2013

REDUÇÃO DRÁSTICA DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS FOI INICIATIVA DA MÃE, QUE QUER INCENTIVAR OUTRAS FAMÍLIAS A FAZEREM O MESMO

Estes são os potes com todo o lixo produzido pela família em 2011 (esquerda) e 2012 (direita)
Se uma pessoa comum ficar atenta à quantidade de lixo que ela produz diariamente, pode se surpreender. Embalagens plásticas, papéis, bitucas de cigarro e restos de alimentos se acumulam todos os dias, formando quilos em algumas semanas e toneladas em alguns anos. Mas uma família norte-americana se propôs a passar um ano inteiro com apenas um pote de lixo para encher. E conseguiu. 

A iniciativa foi da mãe, Bea Jhonson, que convenceu seu marido e seus dois filhos a reduzirem drasticamente a quantidade de resíduos da família. Todos os membros da casa participaram das ações, que incluíram processos de reciclagem e excluíram quase totalmente o consumo dos materiais industrializados, como alimentos e produtos de higiene. 

Depois de três anos seguindo à risca o processo de recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e compostar, a família conseguiu diminuir em 40% as despesas anuais da casa. Na época do começo da experiência, a família produzia uma tonelada de lixo por ano, índice médio de despejo de resíduos nos EUA. 

No início, pai e filhos não se agradaram muito com a mudança de costumes, mas foram se adaptando a evitar o consumo de produtos industrializados para reduzir os resíduos dentro de casa. Os alimentos eram comprados em grandes quantidades e carregados em sacolas reutilizáveis, levadas pela família ao supermercado. Os produtos de limpeza e higiene pessoal eram feitos em casa e dispensavam embalagens descartáveis. 

A ação da família foi retratada em um livro, chamado Zero Waste Home. 

O objetivo da iniciativa é influenciar outras famílias a tomarem a mesma atitude.
Fonte: CATRACALIVRE

UERN PAU DOS FERROS ABRE SELEÇÃO PARA PROFESSORES


A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte está com as inscrições abertas para seleção de professores substitutos, para atuarem no Campus da cidade de Pau dos Ferros. 

Ao todo serão ofertados 10 contratos para Professores Substitutos (Provisórios), com carga horaria que varia de 20 a 40 horas semanais nos cursos de Administração (7 contratos), Enfermagem (1) e Geografia (2). 

Os editais específicos estão disponíveis nos links abaixo. 

CURSOS E VAGAS 

1º) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO: Sete (7) contratos provisórios, assim distribuídos: 

1) Três (3) vagas nas áreas de: Administração e Informática: http://www.uern.br/servico.asp?item=noticia&notid=5201 

2) Quatro (4) vagas nas áreas de: Administração, Métodos Quantitativos e Contabilidade e Finanças: http://www.uern.br/servico.asp?item=noticia&notid=5175 

2º) CURSO DE ENFERMAGEM: Um (1) contrato provisório, na área de Semiologia e Semioteca e Estágio Supervisionado: http://www.uern.br/servico.asp?item=noticia&notid=5192 

 3º) CURSO DE GEOGRAFIA: Dois (2) contratos provisórios, assim distribuídos: - Uma (1) vaga nas área de Hidrologia e Educ. Ambiental e uma (1) vaga em Geografia e Ensino: http://www.uern.br/servico.asp?item=noticia&notid=5193

quinta-feira, 23 de maio de 2013

AVENTURAS FOTOGRÁFICAS SEM FIM NAS DUNAS DO ROSADO

Enviado por Alex Gurgel


Sob o sabor dos ventos agresteiros, a nave carregada de fotógrafos aphotistas rasgou a BR 406 nesse domingo ensolarado, numa Expedição Fotográfica em busca das Dunas do Rosado, polo turístico do Litoral da Costa Branca potiguar, onde montanhas de areias douradas encantam os olhos privilegiados dos turistas afoitos.

O desjejum foi dentro do ônibus mesmo. A primeira parada foi na velha vila de Açu – grafada assim com cedilha porque toda palavra derivada do tupi grafa-se sempre com “ç”. Em Açu, os aphotistas foram recepcionados pelo premiado fotógrafo Jean Lopes e pelo secretário de cultura do município, Gilvan Lopes, que abriu o Sobrado da Baronesa, casario do século dezoito onde morou a Baronesa de Serra Branca, para receber a comitiva.

Peixes foram servidos num farto almoço em Porto do Mangue, lugar aprazível de rara beleza onde pirâmides de sal são vista da cidade e o prefeito é Titico Gomes, que veio pessoalmente recepcionar os aphotistas. Num barco feito de garrafas pets, os fotógrafos embarcaram para uma aventura no Rio das Ostras onde o destino era uma praia deserta com uma duna alva e alta, um bom lugar pra tirar fotografias.

O final da tarde foi premiado com as Dunas do Rosado. Cada fotógrafo foi buscar sua vereda nas dunas em busca do melhor ângulo. Todos se espalharam pelas dunas até o sol se findar entre nuvens e morros de areia. A noite caiu rápido. No cominho de volta ficou a certeza de que as expedições fotográficas são necessárias para encantar a alma com fotografias de belezas únicas.

Veja depoimento do jornalista Elias Medeiros sobre a nossa Expedição Fotográfica:

NY APROVA PROJETO QUE OFERECE BENEFÍCIOS FISCAIS NAS CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS


O projeto de lei S.1710 do senador Mark Grisanti, aprovado na terceira semana de maio, pretende oferecer uma isenção fiscal de 35% para imóveis sustentáveis por um período de 20 anos, se autorizado pelo município local. De acordo com o parlamentar, a legislação vai ajudar a incentivar os construtores a investir em casas "verdes", que geralmente são mais caras para construir.

"Os proprietários querem uma casa que irá reduzir seus custos de energia, ser mais saudável para sua família e ser gentil com o meio ambiente. Com essa legislação, eu estou ansioso para ajudar os construtores a perceber que o investimento em construção 'verde' será benéfico", afirmou o senador ao site WNY Papers.

Segundo a lei, para ganhar o incentivo, a nova casa terá que atender as exigências da National Association of Home Builders (NAHB) ou aos critérios da Liderança em Energia e Projeto Ambiental (Leed). Entre eles estão: proteção da vegetação, a melhoria dos solos e a utilização de materiais de construção de conteúdo reciclado, entre muitos outros.

"É nossa responsabilidade, como construtores de casa, entregar um produto que as pessoas desejam e criar casas autossuficientes, energeticamente eficientes, que atendam ou excedam normas governamentais para a conservação", explicou Angelo Natale, presidente da CEO Natale Builders .
O senador afirmou ainda que a construção verde diminui despesas com serviços públicos e maximizam os recursos, minimizando o impacto ambiental.

O NAHB estima que os compradores de casas dos EUA estão dispostos a pagar entre 11 e 25% a mais por domicílios sustentáveis. A expectativa é que a demanda por essas estruturas suba 900% nos próximos cinco anos.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

GOVª. ROSALBA VISITA ESTANDE DO GEMAN NA AÇÃO GLOBAL

Chefe Maria Soares demostrando o aperto de mão escoteiro a Govª. Rosalba Ciarline
Ocorreu no último sábado (18/05), nas dependências do Complexo Cultural da Zona Norte, a 20ª Ação Global. Em mais um ano consecutivo, o Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos (GEMAN-64º/RN) participou do evento, que contou ainda com a participação de várias instituições públicas das três esferas administrativas, bem como da iniciativa privada e demais ONG’s.

O estande do GEMAN-64º/RN contou com a visita da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, e do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), Amaro Salesabriram, que puderam conferir o trabalho desenvolvido pelo Grupo Escoteiro no auxilio da educação não-formal dos mais de 65 jovens que compõe o efetivo do grupo.

terça-feira, 21 de maio de 2013

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RESSOCIALIZAÇÃO EM ALCAÇUZ



Projeto de Educação Ambiental ajuda a ressocialização de presidiários no maior presídio do Rio Grande do Norte. 

A matéria é do programa Tela Rural da Tv UFRN.

domingo, 12 de maio de 2013

GEMAN REALIZA JÚRI SIMULADO E RECEBE A VISITA DO PRESIDENTE DO STF


O júri simulado do julgamento de Emília, que aconteceu no dia 19 de abril, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, contou com a presença do ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal.
    
O evento foi organizado pelo Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos, com apoio da Diretoria de Extensão do IFRN, e foi aberto a todos os interessados. Participaram do júri simulado alunos do curso de Direito da FACEX e de Pedagogia da UFRN. Do IFRN, participaram os servidores Rocco Nelson do Campus João Câmara e Rafael Laffite do Campus Natal Central. Assistindo ao júri estiveram alunos das escolas municipais participantes do projeto "Justiça e Escola", do Núcleo de Projetos do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Fonte: http://64gemanrn.blogspot.com.br/2013/05/o-juri-simuladodo-julgamento-da-emilia.html