quinta-feira, 22 de março de 2012

ÁRVORES URBANAS REDUZEM A VIOLÊNCIA?


Um estudo sobre árvores urbanas e seus efeitos sobre a cidade mostrou que elas fortalecem as comunidades e reduzem a violência doméstica. Comparando-se locais em que os edifícios são cercados apenas por concreto e asfalto, com outros em que há árvores, grama, e até mesmo flores, observou-se que as diferenças no comportamento social das pessoas que vivem em prédios com e sem árvores, deve-se à presença das árvores.

Árvores e vizinhos
Segundo o estudo, as pessoas que moram em prédios com árvores, apresentam relações significativamente melhores com seus vizinhos. Os espaços ao ar livre com árvores são usados mais frequentemente do que os espaços idênticos sem árvores. Em áreas urbanas, as pessoas são atraídas para espaços arborizados, são mais propensas a interagir com seus vizinhos, têm mais chances de conhecerem uns aos outros e de se tornar amigos.

Pessoas com fortes laços de vizinhança são fisica e mentalmente mais saudáveis e menos propensas a negligenciar ou abusar de seus filhos. Os resultados do estudo sugerem que, investindo em florestas urbanas, uma cidade pode colher dividendos como uma incidência reduzida de abuso infantil, e diminuição da demanda sobre os serviços sociais.

As árvores podem reduzir a violência?
Há menos violência em áreas urbanas onde há árvores? Segundo a pesquisa, os moradores de prédios com árvores relataram que se sentem mais construtivos, e usam formas menos violentas de lidar com conflitos em suas casas. E em conflitos com seus parceiros, relataram menos uso da violência física do que os residentes que vivem em edifícios sem árvores.

As árvores podem contribuir para diminuir a violência doméstica, fortalecer as comunidades urbanas, e diminuir a incidência de abuso de crianças em uma cidade. Neste estudo, percebe-se que as florestas urbanas ajudam a construir comunidades mais fortes, e ao fazê-lo, contribuem para reduzir os níveis de violência doméstica.

Crianças e adultos mais calmos
Uma rua ou um condomínio bem arborizado traz, ainda, muitos benefícios sociais, pois as crianças são encorajadoras a brincar fora de casa, tornando-se mais ativas. Isto significa menos tempo à frente da tevê e do computador. Bem-arborizadas, as ruas e prédios incentivam o tráfego de pedestres e carros mais lentos.

As crianças adoram brincar ao ar livre. Areia, terra e grama são estimulantes sensoriais para bebês e crianças. Repetidas idas ao quintal, à rua ou ao parque local reduzem as tensões causadas pela vida cotidiana. E o resultado tende a ser crianças e adultos mais calmos.

Estes resultados sugerem que as árvores podem ajudar a resolver alguns dos problemas mais importantes na sociedade de hoje. E que as florestas urbanas são uma parte fundamental da infra-estrutura de qualquer cidade, tão necessária como ruas, esgotos e eletricidade. O que vocês acham disso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário