sábado, 21 de junho de 2014

APRENDA COM A ECYCLE A FAZER SABÃO COM ÓLEO DE COZINHA USADO POR MEIO DO MÉTODO HOT PROCESS

Imagem: Japudo
Você sabia que, com óleo de cozinha usado, é possível fabricar sabão para uso na limpeza geral da casa? 

Trata-se de uma alternativa econômica e sustentável. 

Pois além de reutilizar o óleo você estará consumindo menos sabão industrializado. Confira! 

Há vários jeitos de se fabricar sabão, essa receita segue o hot process. Com essa forma, o sabão fica pronto para uso mais rapidamente. Além disso, é possível fazê-lo de modo que ele fique com uma aparência transparente. 

Para você produzir o seu próprio tablete de sabão, você vai precisar de alguns ingredientes e materiais. 

Ingredientes 

• 1 litro de óleo de cozinha usado; 
• 125 gramas de soda cáustica (pureza mínima: 97%); 
• 140 mililitros de água; 
• 40 mililitros de vinagre; 
• 100 mililitros de álcool. Extras (opcional) 
 • 15 gramas de corante; 
• 30 gramas de óleos essenciais; 
• 100 gramas de glicerina. 

Materiais 

Colher de pau; Balde; Peneira; Panela para banho-maria; Mixer (opcional); Recipientes para molde do sabão; Luvas; Máscaras de proteção; Óculos de proteção. Modo de preparo 

Em primeiro lugar, coloque a máscara, as luvas e os óculos. 

A soda cáustica é altamente corrosiva e deve ser manuseada com extremo cuidado cuidado! Ela pode causar queimaduras e irritações de pele. Depois de se equipar: 

1. Esquente a água até que ela fique morna. Feito isso, despeje-a em um balde e coloque a soda cáustica no mesmo recipiente lentamente.  Nunca adicione água sobre a soda! Pode provocar uma reação forte e causar acidentes. 

2. Mexa com a colher de pau até diluir. Após esse processo, adicione o álcool lentamente. Faça isso longe do fogo. 

3. Depois de retirar as impurezas do óleo (é possível fazer isso com uma peneira), prepare o banho-maria para manter o processo de fabricação do sabão em hot process. Deixe o óleo aquecer um pouco, em banho-maria, (a uma temperatura de 61°C) e introduza, com cuidado, o soda cáustica preparada anteriormente. 

4. Misture por 20 minutos, adicione o vinagre e misture por mais cinco minutos - se possível, utilize um mixer. Caso queria, nessa etapa, pode-se adicionar os ingredientes extras, como corantes e óleos essenciais. Nessa etapa, podemos adicionar também a glicerina, que produzirá um sabão com uma transparência maior. 

5. Se houver formação de espuma que não se incorpore na massa, retire com o auxilio de uma colher. 

6. Deixe esfriar por cinco minutos e despeje no molde com cuidado. Espere 24 horas para esfriar e corte o sabão em formas da sua preferência. Para o sabão ficar pronto para uso, ainda resta uma semana de descanso para ele perder a umidade excessiva e terminar o processo de cura. 

Finalizado o processo, é possível medir o pH do sabão. Utilize um papel tornassol, ou ainda, faça você mesmo um medidor de pH caseiro. 

Entenda mais sobre os ingredientes da fórmula Na fabricação do sabão, há uma preocupação acerca da soda cáustica, pois ela é muito corrosiva e teme-se que ela pode ser prejudicial. 

Contudo, após a reação de saponificação com os óleos, ela perda a alcalinidade, pois os álcalis reagiram com os óleos e se transformaram no sabão (entenda mais sobre a reação do sabão aqui). O álcool é utilizado na fórmula pois ele é o solvente do sabão e, portanto, acelera a formação do traço, além de garantir uma propriedade de conservante. O vinagre, que já é conhecido pelo seus benefícios à saúde, tem um papel importante em diminuir o pH final do sabão. 

Desta forma, o sabão não resseca tanto a pele e é mais ecológico, pois o produto final não impacta tanto os corpos hídricos. Para o seu sabão ser ainda mais sustentável, utilize o menos possível de corante e óleos essenciais e sempre fique de olho para que os óleos essenciais não possuírem parabenos e ftalatos na sua composição. Para não correr esse risco, você ainda pode fazer a sua própria essência e substituir na receita (saiba como aqui). 

Caso queira uma alternativa mais prática você pode usar o amaciante roupas no lugar do óleo essencial, mas dessa forma sua receita irá perder em sustentabilidade. 

Esse sabão pode ser utilizado para limpeza em geral em substituição a outros produtos, como o detergente - não o utilize para fins cosméticos. Como ele é fabricado por óleos e sem a adição de conservantes ele pode rancificar após um tempo. Faça apenas a quantidade necessária para o uso na sua casa.

Fonte: Ecycle

Nenhum comentário:

Postar um comentário