sábado, 10 de abril de 2010

TRILHA ECO-CULTURA DE BREJO DA MADRE DE DEUS/PE



Situada a 190 Km da capital pernambuca, o municipio de Brejo da Madre de Deus esta localizado em pleno Planalto da Borborema, a uma altitude aproximadamente de 627 metros ao nível do mar, tendo dentro de seus limitrofes o ponto mais alto do Estado – a Serra do Ponto com 1.195 metros. Cercada por uma região de relevo acidentado, o municipio que além da sede, possui o distrito de Fazenda Nova , bastante conhecido por sediar o espetáculo Paixão de Cristo tradicionalmente na Semana Santa, como parte integrante do território. A Região apresenta um clima tropical semi-árido, caracterizado por um micro-clima que atinge a temperatura média de 22°C, favorecendo inumeras atividades agricolas na região.

A união deste clima de brejo de altitude, mais o revelo acidentando da região, torna-se um local ideal para aprática de inumeros esportes radicais, como escalada, treeking, rapel, além da prática do turismo ecológico e pedagogico, graças ao braço de Mata Atlântica, que dispõe do município, e os sítios arqueológicos.

A Mata do Bitury é uma mata com 600 hectares de área preservada, estando a uma altitude de 1050 metros, fazendo com que seja a área de mata mais alta do Brasil. Ela uma trilha ecológica, em que o visitante poderá passar por áreas de mata fechada, além de lugares com orquídeas, riacho e um local onde esra situado um antigo engenho com Casagrande e o próprio engenho, e mais uma antiga casa de farinha.
Seguindo em frente na estrada da mata, podemos passar por inúmeras fruteiras que margeam a estrada, até chegar ao local da bela Cahoeira de São Francisco, que é um local convidativo para tomar um banho gelado, para recarregar as energias.

A caminho da Serra da Prata, também é possivel degustar algumas frutas pelo caminho, até chegar ao topo da serra, onde esta um mirante que dar uma ótima vista panoramica da cidade de Brejo da Madre de Deus, e adjacencias, além da Serra do Ponto, que fica bem de frente. Vale ressaltar que o percusso são bastastes acidentados, necessitando do auxilio de um toyotão para velar o grupo.

Os sítios arqueologicos merecem destaque pelas pínturas rupestres ali presentes. A Furna do Estrago possui um salão com 125m², tendo o seu abrigo como local de refugio de vários cassadores e coletores da pré-história, tornando-se um local de seputamento destas pessoas. fato comprovado pela esumação de 83 esqueletos em bom estado de conservação, tendo alguns exemplares expostos no museu da cidade.

O patrimonio da cidade possui traços da colonização portuguesa, tendo como provas os azulejos lusitanos e os detalhes em louça em suas edificações. Uma outra construção de destaque no município, é a cidade teatro de Nova Jerusalém, localizada no distrito de Fazenda Nova. O maior teatro ao ar livre do mundo possui 12 palcos, lagos artificiais e uma muralha com 12 torres em rocha massiça.

Ali próximo está localizado o Parque das Esculturas Monumentais Nilo Coelho, local em que estão 26 esculturas gigantescas em granito, esculpidas pelos morares de Fazenda Nova, retratam o cotidiano da vida do sertanejo, com esculturas do lavrador, da mulher resadeira, dos canguaceiros, das carrancas do São Francisco, e da cultura popular do Bumba Meu Boi.

Brejo da Madre de Deus é sem dúvida um belo lugar de se visitar. Um convite ao turista em todas as épocas do ano. A cidades das toyotas é também a cidade do turismo de aventura, do cultural e pedagógico. Vale a pena conhecer.

GEOTRILHAS/RN EM BREJO DA MADRE DE DEUS/PE



Numa viagem que durou cerca de oito horas, atravessando todo o Estado da Paraíba, e pelo pólo têxtil de Pernambuco, com direito a um congestionamento de dimensões gigantescas na BR-104, que liga as cidades de Caruaru/PE a Campina Grande/PB, o Grupo GEOTRILHAS/RN, chegou finalmente a cidade de Brejo da Madre de Deus.

Procurando garantir a nossa presença no espetáculo "Paixão de Cristo 2010", tratamos logo de seguir para o Distrito de Fazenda Nova, local da cidade teatro de Nova Jerusalém. Ao chegar no referido destino, o grupo tirou a foto de registro da chegada ao município, e adquiriu os ingressos para a apresentação horas mais tarde. Em seguida, partimos para a sede do município, onde tratamos logo de nos alojar na Pousada Sossego.

Após descarregar toda a bagagem, seguimos até o centro da cidade para almoçar no restaurante Pé da Serra, um self service em pleno centro histórico de Brejo da Madre de Deus. Aproveitando a oportunidade, entramos em contato com o nosso guia Heraldo (que além de guia é, também, escalador), para tratarmos de todos os detalhes das atividades que seriam realizadas no dia seguinte. Ao acertarmos, seguimos novamente para a pousada, onde o grupo iniciou os preparativos para o espetáculo "Paixão de Cristo 2010".

Partimos com destino a Nova Jerusalém por volta das 17h:00 da sexta-feira. Ao chegarmos no local do evento, o grupo foi saudado pela Rádio da Paixão, que cobria todo o evento, fato que deixou os integrantes do grupo bastantes surpresos. O espetáculo teve início por volta das 18h:15, onde acompanhamos as performances dos atores Eriberto Leão (Jesus), Mauro Mendonça (Herodes), Suzana Vieira (Maria) e Paulo César Grande (Pílatos), além de grande elenco de talentosíssimos atores da Sociedade Teatral de Fazenda Nova. Fazendo uma analise sobre a atuação de alguns atores, vale registrar que Eriberto Leão e Paulo César Grande foram merecedores de destaque positivo, como também, outros tantos da Sociedade Teatral - em especial o ator que interpretou Judas - que mesmo não tendo o "apradrinhamento" de uma grande emissora de TV, mostraram suas qualidades artísticas aos presentes no primeiro dia do espetáculo, chegando em momentos de atuação de serem muito superiores a alguns tido como "Globais". Pena que eles não tem seu talento reconhecido a altura pelos próprios nordestinos, que no final da apresentação, aplaudiram-los muito timidamente, ao contrario dos artistas nacionalmente conhecidos.

Após o final do espetáculo, o grupo se dirigiu até o pátio externo, para jantar na praça de alimentação, e comprar algumas lembranças na feira de artesanato, além de curtirem o show do forrozeiro Novinho da Paraíba. Em seguida, voltamos para a cidade de Brejo da Madre de Deus, afim de dar por encerradas as atividades do primeiro dia.

No sábado, após um café da manha bastante reforçado, aguardamos a chegada do guia Heraldo, com o transporte que nós levaria para as atividades daquele dia. Quando o "Toyotão" (veículo Toyota Bandeirantes com chassis alongado. Adaptação típica na região, que foi pioneira nesse tipo de serviço mecânico) chegou, conhecemos o seu simpático motorista e proprietário, o Seu Robertinho do Acordeon, que além de "toyoteiro", é também, cantor e compositor de forró.

Após todos devidamente embarcados, seguimos com destino a Mata do Bitury (Amazônia Pernambucana), que é conhecida com sendo a mata mais alta do Nordeste. Durante todo o translado do grupo, conhecemos o trabalho de Seu Robertinho, que nos animava com suas músicas que tocavam no CD Player do "Toyotão". No caminho, passamos pelo povoado de Cavalo Russo, em que o nosso guia fez alguns questionamentos aos moradores da comunidade sobre a origem do nome do local, mas ninguém soube responder. Chegamos finalmente a Mata do Bitury, em que realizamos a primeira trilha, passando por uma área de fechada, com muito verde e um micro-clima bastante agradável. No local existe várias árvores centenárias de grande porte, como o ingá mambé, e espécimes de orquídeas, além de alguns córregos perenes com água limpa e cristalina. Realizamos uma parada num local destinado aos aventureiros que gostam de acampar, próximo ao córrego. Logo após, seguimos em frente até o local de reencontro com Seu Robertinho.

De lá, ele nos levou até um local onde havia um antigo engenho com sua Casagrande, e uma velha casa de farinha, com os seus maquinários tradicionais ainda presentes. Depois de alguns registros fotográficos, fomos em busca da Cachoeira de São Francisco, passando por um caminho repleto de fruteiras, como pitombeiras, jaqueiras, bananeiras, goiabeiras e cajazeiras, onde o grupo fez a festa colhendo várias frutas. Seguimos a pé por alguns momentos até chegar a cachoeira, em que recarregamos nossas energias, e refletimos sobre a beleza do lugar. Em seguida, fomos com destino a Serra da Prata, em busca do mirante, que dava uma visão privilegiada de toda a região, e da Serra do Ponto, local mais alto de Pernambuco. O cenário estava espetacular, com as nuvens muito baixas, dando uma impressão que nós estávamos no topo do céu.

Após algumas fotos, regressamos a cidade, fazendo uma rápida visita a feira livre de Brejo da Madre de Deus, antes de irmos até a Pousada Sossego, onde um saboroso almoço nos aguardava, aos cuidados de Nilda e sua equipe de cozinheiras. Ao término da refeição, embarcamos novamente no "Toyotão" e seguimos para o sítio arqueológico da Furna do estrago, que ao chegar lá, o guia Heraldo nos explicou a importância que o local tinha para com os estudos da arqueologia do Nordeste e Brasil, em que vários esqueletos humanos foram retirados do sítio, e levados para estudos na Capital pernambucana e outros centros do Brasil, além de uma universidade norte-americana. Existem alguns exemplares no museu da cidade, mas infelizmente, no período da nossa visita, ele se encontrava em reformas. O local exato da escavação arqueológica nos foi apresentado. Trata-se de um abrigo, onde estima-se que haja mais fosseis, como também, objetos pré-históricos. As figuras rupestres também estavam presentes no local, que nos foi apresentadas, como também, algumas curiosidades da vida daqueles que habitavam o local anteriormente.

Retornamos a pousada no final da tarde, onde nos despedimos de Heraldo e, do bom de braço, Seu Robertinho, finalizando as atividades de trilha do segundo dia. A noite, após o jantar na pousada, decidimos deixá-la livre, em que parte do grupo seguiu novamente para Nova Jerusalém, com o propósito de adquirir mais algumas lembranças, e curtir o show do pátio externo naquela noite. A outra parte do grupo fez uma visita ao centro histórico da cidade, que é caracterizada pelos traços da arquitetura portuguesa. Prosando uma boa conversa na pracinha, os demais integrantes analisaram as atividades do grupo até aquele momento, retornando logo após para a pousada, e finalizando definitivamente as atividades do segundo dia.

No terceiro e último dia, após o café da manhã, e as bagagens devidamente postas nos carros, seguimos com destino ao Distrito de Fazenda Nova, para conhecer o Parque das Esculturas. Um local onde estão cerca de 36 esculturas em granito, chegando a medir mais de 5 metros, todas esculpidas pelos artistas de Fazenda Nova. As esculturas expressão o cotidiano do sertanejo, como o lavrador, a rendeira, a rezadeira, o cangaceiro, e expressões da cultura nordestina, como o bumba meu boi, os grupos de forró, e as carrancas do São Francisco.

Após termos visitado todo o parque, nos despedimos de Brejo da Madre de Deus, levando consigo de volta para o Rio Grande do Norte, muitas lembranças deste lugar. Um verdadeiro paraíso para esportes radicais, expressões culturais e artísticas, além de um excelente local para descansar, curtido as belezas das imponentes serra, e o clima agradabilíssimo.

Ainda sobrou tempo para um rápida parada no município de Toritama/PE, para realizarmos algumas compras, naquela que é conhecida regionalmente, assim como Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru, como a terra da sulanca. Aproveitamos algumas promoções nas lojas de confecção, e logo após, seguindo de volta para Natal, tendo mais uma parada em Queimadas/PB para almoço no Restaurante Cozinha Regional Portuguesa.
Abastecidos os automóveis e os tripulantes, seguimos definitivamente a Capital potiguar, chegando por volta das 19h:00.

Raio-X

Nível de Dificuldade – Média
Localização da Trilha – Boa
Disponibilidade de Socorro Médico – Boa
Apoio Logístico - Boa

Recomendações necessárias para trilhar

- Usar roupas leves, confortáveis e fechadas;
- Levar cantil com bastante água;
- Utilizar chapéu ou boné para se proteger do sol;
- Não escrever, desenhar ou danificar as árvores do Parque;
- Evita incêndios, apagando cigarros e charutos antes de descartá-los;
- Guadar seu lixo e obedecer às instruções do guia.

Onde comer e Ficar
Pousada Sossego
Fone: 081 9945-9339 ou 081 3747-1043

Contatos para realização de trilha
Heraldo - Guia
Fone: 081 9643-2972

Vídeos da Trilha

Parte 1



Parte 2

Nenhum comentário:

Postar um comentário