domingo, 26 de maio de 2013

AMAZONAS DISCUTE PRODUÇÃO DE ALIMENTOS ORGÂNICOS PARA COPA


A Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa) no Amazonas participa, até sábado (25), da nona Semana Nacional de Alimento Orgânico onde discute a ampliação de negócios com produtos orgânicos e sustentáveis durante a Copa do Mundo de Futebol em 2014. O evento acontece na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Amazonas, em Manaus, e tem participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

O coordenador da UGP Copa, Miguel Capobiango Neto, explicou que os governos Federal e estaduais têm intensificado ações para fomentar a produção e o consumo dos alimentos orgânicos no período da Copa. “Os produtos orgânicos não utilizam fertilizantes químicos e por isso são mais saudáveis e sustentáveis por usarem técnicas que não agridem o meio ambiente. Isso gera uma cultura de valorização do que é ecologicamente correto e o governo quer evidenciar este lado ambiental, afinal somos o destino verde da Copa”, avaliou. 

De acordo com o superintendente do Mapa no Amazonas, João Ferdinando Barreto, os produtos orgânicos incluem não só as hortaliças, mas também frutos e animais. “Nossa preocupação é trazer os produtores a fazer parte de um sistema mais ordenado, onde possam receber apoio dos órgãos competentes e, assim, ter uma extensão rural mais participante no Amazonas”, declarou Barreto. Ainda de acordo com ele, a maioria dos produtores do Estado está além da Região Metropolitana de Manaus (RMM) e, até o próximo ano, a estimativa é que o setor seja mais representativo. Copa orgânica O evento é uma ação do projeto Sebrae 2014 que busca identificar, disseminar e fomentar oportunidades de negócios para pequenas empresas para a Copa. Atualmente, 400 produtores rurais do Amazonas são contemplados com o projeto. “Dentro do projeto temos seis áreas de atuação e uma delas é a Copa Orgânica. 

Os produtores passam a contar com capacitação e orientação na prática de cultivo dos produtos até a venda dos mesmos, que podem ser encontrados em diversas feiras orgânicas da cidade a um preço acessível”, disse o gestor do Sebrae no Amazonas, Célio Picanço


Nenhum comentário:

Postar um comentário