sexta-feira, 24 de maio de 2013

REDUÇÃO DRÁSTICA DA PRODUÇÃO DE RESÍDUOS FOI INICIATIVA DA MÃE, QUE QUER INCENTIVAR OUTRAS FAMÍLIAS A FAZEREM O MESMO

Estes são os potes com todo o lixo produzido pela família em 2011 (esquerda) e 2012 (direita)
Se uma pessoa comum ficar atenta à quantidade de lixo que ela produz diariamente, pode se surpreender. Embalagens plásticas, papéis, bitucas de cigarro e restos de alimentos se acumulam todos os dias, formando quilos em algumas semanas e toneladas em alguns anos. Mas uma família norte-americana se propôs a passar um ano inteiro com apenas um pote de lixo para encher. E conseguiu. 

A iniciativa foi da mãe, Bea Jhonson, que convenceu seu marido e seus dois filhos a reduzirem drasticamente a quantidade de resíduos da família. Todos os membros da casa participaram das ações, que incluíram processos de reciclagem e excluíram quase totalmente o consumo dos materiais industrializados, como alimentos e produtos de higiene. 

Depois de três anos seguindo à risca o processo de recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e compostar, a família conseguiu diminuir em 40% as despesas anuais da casa. Na época do começo da experiência, a família produzia uma tonelada de lixo por ano, índice médio de despejo de resíduos nos EUA. 

No início, pai e filhos não se agradaram muito com a mudança de costumes, mas foram se adaptando a evitar o consumo de produtos industrializados para reduzir os resíduos dentro de casa. Os alimentos eram comprados em grandes quantidades e carregados em sacolas reutilizáveis, levadas pela família ao supermercado. Os produtos de limpeza e higiene pessoal eram feitos em casa e dispensavam embalagens descartáveis. 

A ação da família foi retratada em um livro, chamado Zero Waste Home. 

O objetivo da iniciativa é influenciar outras famílias a tomarem a mesma atitude.
Fonte: CATRACALIVRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário