quarta-feira, 25 de maio de 2011

CINE CLUBE KUPAIWA DE BANANEIRAS/PB APRESENTA O FILME CHICO XAVIER

 A Associação de Jovens da Arte e Cultura do município de Bananeiras/PB (AJAC), convida  todos os moradores e visitantes da cidade, para se fazerem presentes neste próximo sábado dia 28 de maio, para mais uma exibição de um filme no Cineclube Kupaiwana, localizado no Espaço Cultural Prof. Oscar de Castro (ambiente de mais de 1.700 metros quadrados de área construída, com teatro, salão de eventos, biblioteca, oficinas de artesanato galeria de artes).

O filme em cartaz deste sábado será o filme que conta a vida do maior líder espírita do Brasil, o mineiro Chico Xavier.


SINOPSE


Baseado no livro 'As Vidas de Chico Xavier', do jornalista Marcel Souto Maior. O Filme descreve a trajetória do médium Chico Xavier, que viveu 92 anos desta vida terrena desenvolvendo importante atividade mediúnica e filantrópica. Vida conturbada, com lutas e amor. Seus mais de 400 livros psicografados, consolaram os vivos, pregaram a paz e estimularam caridade. Fênomeno? Fraude? Os Espiritos existem? Para os admiradores mais fervorosos, foi um santo. Para os descrentes, no mínimo, um personagem intrigante.


TRAILLER



CRÍTICA DO FILME


Espíritos existem? Seríamos guiados, influenciados e inspirados pelos espíritos em nossas ações do dia a dia? Existe vida após a morte? O filme baseado na vida do médium mais famoso do Brasil ignora essas perguntas, toda a imparcialidade e vai direto ao âmago da vida de abnegação e sofrimento de Francisco Cândido Xavier. Em uma viagem permeada de flashbacks, aborda os principais momentos de sua biografia e, ao contrário do que já pode ser observado em algumas críticas, não polemiza mas simpatiza com a causa do homem que dedicou maior parte de sua vida a ajudar as pessoas e se comunicar com os mortos.


Chico Xavier conta a história de um lendário programa de televisão dos anos 70 chamado Pinga Fogo, em que o médium é sabatinado por artistas, jornalistas, pastores, entre outras pessoas. O programa que deveria ter 1 hora, rendeu 3 horas da programação da antiga TV Tupi. Baseado parcialmente no livro de Marcel Souto Maior, As Vidas de Chico Xavier, conta através de flashbacks durante o programa, a vida de Chico desde sua infância sofrida após a morte prematura de sua mãe até os anos 70, em que entrou inclusive para os anais da história jurídica brasileira.



Direção primordial de Daniel Filho, já consagrado diretor da Globo Filmes com Se Eu Fosse Você 1 e 2, além de diretor inquestionável da televisão e outros sucessos cinematográficos. Ele está transformando o cinema brasileiro, tecnicamente, em uma arte de não fazer feio a Hollywood em nenhum ponto. Mas, com certeza não é só a iluminação maravilhosa de Daniel Filho, junto a todos os aspectos como edição de áudio e fotografia – que são espantosamente superiores a qualquer outra produção brasileira dos últimos anos – chamando atenção. A maior estrela desse filme é com certeza o roteiro de Marcos Bernstein (Zuzu Angel, Xangô de Baker Street, Central do Brasil, Terra Estrangeira, etc) que não só joga toda a polêmica e imparcialidade a segundo plano e romantiza tudo que foi escrito por Marcel Souto Maior em uma história extramente emocionante, simpática, divertida e tocante de um ser humano simplesmente bondoso, independente da opinião factual, científica ou religiosa que tiverem sobre o mesmo. Essa é a idéia que o roteiro tenta passar, e passa bem. Se Marcos Bernstein não for espírita, eu contrataria ele para minha campanha presidencial. #ficadica Outro nome importante para o filme é o compositor da trilha sonora, Egberto Gismonti, com emoções e tons corretos para cada parte do filme.


A segunda maior estrela do filme é um dos melhores elencos já montados para um filme na história da cinematografia brasileira, com apenas uma ressalva. De início somos apresentados a interpretações perfeitas de Letícia Sabatella e Giulia Gam, totais opostos. Elas atuaram juntas ao prodígio Matheus Costa, que interpreta o menino Chico. Nelson Xavier, xará de sobrenome, intepreta Chico em sua última fase, já idosa, com semelhança física e proeza abismal em todos os sentidos. Faz emocionar e rir com uma “facilidade’ impressionante. Mas, ao contrário do que a opinião geral parece colocar, minha atuação favorita no filme não é de Nelson Xavier. Na verdade, encaro como um “empate técnico” entre Ângelo Antônio (Dois Filhos de Francisco) – interpretando Chico Xavier jovem adulto – e o padre Scarzelo interpretado pelo “monstruoso” Pedro Paulo Rangel. Enquanto Pedro consegue um carisma, comédia e emoções intensas da platéia, Ângelo Antônio se torna fenomenal, mofdificando até sua fisionomia durante a sua atuação. Um Show.


Ainda no quesito atuações, o trio Tony Ramos, Cristiane Torloni e Cássia Kiss dão a parte mais emocionante, densa e importante do filme, uma visão de “fora” da vida de Chico, contando a história de uma tragédia familiar que marcaria história no Brasil. A maior ressalva, e que acredito ter gastado bons pontos nesse filme foi a terrível atuação de André Dias como o guia espiritual de Chico, Emmanuel. Apesar de sua caracterização ser magnífica, sua expressividade, atuação… enfim, TUDO, nele é sofrivelmente ruim. Se aquilo é um guia espiritual, pode-se dizer que guias espirituais estão para médiuns como alguns funcionários públicos estão para o trabalho escravo do governo. Ele não guiava, batia ponto.


Fora isso, e a visível propaganda Kardecista contida no filme, é uma película de tons humanos e de mensagem sem igual no cinema brasileiro. Mostra que hoje em dia não é preciso tiroteio, favela, violência, faca na caveira, menino de morro, tráfico, comédia pastelão, Zorra Total e futebol para mostrar o que há de melhor no cinema brasileiro – e no Brasil em geral – as pessoas. A mensagem do filme é solidariedade, o veículo para isso é um dedicado médium e o veredito final sobre a qualidade é você que deve assistir e dar. Se prefere ficar com suas convicções ou prefere prestar atenção em uma história de um homem – seja ele médium, doido, charlatão, etc – que inspirou muita gente a fazer o bem e milhões a viverem melhor, a escolha é sua.


Para um ateu convicto, fica difícil dizer que uma obra “evangelizadora” é realmente boa, mas seja pelo cunho humano ou pela superioridade técnica, Chico Xavier merece ser assistido e por isso a gente recomenda com dois dedos para cima. 


Fonte: http://www.zerooitocentos.org/chico-xavier-critica/


O Cineclube Kupaiwana, assim como os demais cineclubes do Brasil,  é uma associação sem fins lucrativos que estimula os seus membros a ver, discutir e refletir sobre o cinema.


A clasificação do filme é 14 anos.


Maiores informações: (83) 9129-2692, ou pelo e-mail ajacarte@yahoo.com.br  



 OFERTAS MECARDO LIVRE.COM

Confira estas e outras ofertas do Mercado Livre, acessando o menu no topo da nossa página.

100 Anos Com Chico Xavier 6 dvds Novo Orig Lacrado Homenagem. Frete de R$ 8,00 para qualquer ponto do Brasil.

Preço: R$ 117,00 unid.

Forma de pagamento em 12 X de R$ 11,31

Em comemoração ao primeiro centenário de Francisco Cândido Xavier (1910 + 2010), a Federação Espírita Brasileira (FEB) e a Versátil Vídeo Spirite apresentam 100 Anos com Chico Xavier - Gratidão e Homenagem, lançamento que reúne 6 DVDs com mais de 18 horas de vídeos inéditos sobre a vida e a obra do maior médium espírita cristão de todos os tempos. Esse material histórico foi gravado durante o III Congresso Espírita Brasileiro, realizado entre 16 e 18 de abril de 2010 em Brasília (DF). Expoentes do Espiritismo brasileiro falam sobre Chico Xavier, incluindo Divaldo Pereira Franco, José Raul Teixeira, Nestor João Masotti, Altivo Ferreira, Antonio César Perri de Carvalho, Marta Antunes Moura, Marlene Nobre, Décio Iandoli Jr., César Soares dos Reis, André Trigueiro, Nena Galves, Haroldo Dutra Dias, Arnaldo Rocha, entre outros.

Dvd Lindos Casos De Chico Xavier Box 4 Dvds Frete Grátis

Preço: R$ 109,00 unid.

Forma de pagamento em 12 X de R$ 10,54

Esses vídeos inéditos foram gravados durante o I e II Encontro Nacional dos Amigos de Chico Xavier e sua obra, realizados respectivamente em Uberaba e Pedro Leopoldo, Minas Gerais.
Direção e pesquisa de Oceano Vieira de Melo (Eurípedes Barsanulfo - Educador e Médium). Todos juntos para falar de Chico. Depoimentos imperdíveis que entrarão para a História do Espiritismo: Carlos Baccelli, Geraldo Lemos Neto, Nestor Masotti, Marlene Nobre, Elias Barbosa, Marival Veloso, Adelino da Silveira, Caio Ramacciotti, Célia Diniz, Wanda Joviano, Flávio Tavares, Divaldinho Mattos, Rubens Germinhasi, entre outros.

Livro Espírita: Nosso Lar - Chico Xavier E André Luiz


Preço: R$ 21,90 unid.

Forma de pagamento em 12 X de R$ 2,12

O Espírito André Luiz apresenta a sua história, especialmente sobre a sua última encarnação como médico até o momento em que foi socorrido no plano espiritual após o seu desencarne numa colônia socorrista chamada "Nosso Lar". Após constatar a vida palpitante, plena de atividades no "lado de lá", André Luiz consegue permissão para transmitir aos encarnados, através da mediunidade de Chico Xavier, suas observações e descobertas como um repórter do mundo espiritual. É o primeiro livro da série, composta por 16 volumes.

  • Autor: FRANCISCO CANDIDO XAVIER & ANDRE LUIZ (ESPIRITO)
  • ISBN: 8573283310
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2008
  • Edição: 60
  • Número de páginas: 333
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Médio

Nenhum comentário:

Postar um comentário