domingo, 10 de fevereiro de 2013

EXPEDIÇÃO GEOTRILHAS/RN NA ESTRADA REAL - 5º Dia (Itambé do Mato Dentro - Córregos/MG)




5º Dia
 O quinto dia da Expedição Geotrilhas/RN na Estrada Real tinha como destino inicial a cidade de Conceição do Mato Dentro. Porém, após sugestão do guia César e consenso de todo o grupo, o destino passou a ser o distrito de Córregos, por se tratar de um pequeno lugarejo onde o tempo parece que parou na época colonial. Então, a estratégia seria caminhar 16 Km partindo de Itambé do Mato Dentro, onde posteriormente o grupo seria resgatado pela van que faria a condução até Conceição do Mato Dentro, passando por Morro Pilar. 

Neste sentido, tomamos o nosso café da manhã e partimos aproveitando a  névoa que caia em Itambé do Mato Dentro. Logo na nossa partida, uma cadela resolveu fazer parte do grupo, fazendo companhia aos geotrilheiros. Na medida que íamos caminhando, o sol começou a aparecer com uma intensidade ainda não vista durante a Expedição. O calor começou a incomodar, principalmente quando o grupo saiu de uma região de mata virgem e pegou um grande descampado, tendo o pico do Itacolomi a sua frente. 

Seguimos adiante, passando por algumas grandes propriedades rurais em meio as serras. Não havendo sobra de ninguém a frente, o papel do carro de apoio de fundamental importância para completarmos o percurso. Pois era a nossa única fonte de hidratação com água e frutas. Após cerca de quatro horas de caminhada, o silêncio de nossa caminhada foi quebrado pelas maquinas que trabalhavam na pavimentação da estrada. Isso era um sinal que faltava muito pouco para o local do resgate. Depois de inúmeras descidas e subidas sinuosas e íngremes, finalmente atingimos o último ponto para, às 15h:00, sermos enfim resgatados pelo carro de apoio. 

Embarcamos com destino à Morro do Pilar, situada na Zona Metalúrgica do Estado de Minas Gerais e apresenta um aspecto montanhoso em seu território. Esse último aspecto foi conferido na medida que subíamos a serra com destino a Conceição do Mato Dentro, onde por muita vezes a van deslizava seus pneus por falta de tração. Contudo, numa das últimas ladeiras, a van não conseguiu subir. Ficando atolada. Era a emoção que faltava, pois a luz do dia vinha acabando. Após inúmeras tentativas, e com a ajuda de um motociclista que passava no momento, finalmente conseguimos tirar o veículo e seguir viagem. 

Chegamos à Conceição do Mato Dentro por volta das 17h. O município foi um dos primeiros centros urbanos do Estado e viveu intensamente o ciclo do ouro e possui várias igrejas barrocas e casarios coloniais que remota as origens de MG. A mineração também é bastante presente no local, com uma grande movimentação das empresas do ramo. Realizamos uma rápida parada para comer um lanche, antes de seguir para Córregos. Já era noite quando enfrentamos a estrada de terra que levava a Córregos. Tínhamos que dividir a estrada com um caminhão que levava suprimentos para o distrito. O que fez com que chegássemos por volta das 20h:00 no local. Fundado por bandeirantes em 1702, o velho povoado de Nossa Senhora Aparecida de Córregos é considerado o mais antigo do município, servindo como núcleo de mineração do ouro e do diamante no início de sua formação. Situado num vale, seu casario, tipicamente colonial é distribuído em uma pequena praça e algumas ruas. São casas térreas e algumas assobradas, simples e antigas. Destaca-se o sobrado da Praça Matriz. Sem dúvida tinha ares de cidade fantasma, mas a sua beleza rústica nos chamava bastante a atenção. 

Enfim, chegamos a uma pousada bastante aconchegante, que no momento não faço lembrança do nome. Foi o momento de descarregar as bagagens e fazer uma refeição dupla que valesse pelo almoço e jantar. Depois da refeição, não restou nada a fazer, se não descansar para o dia seguinte.



Raio-X


Nível de Dificuldade – Grande

Localização da Trilha – Boa

Disponibilidade de Socorro Médico – Ruim

Apoio Logístico – Bom



Recomendações necessárias para trilhar



- Usar roupas leves, confortáveis e fechadas;

- Utilizar bastante protetor solar;

- Levar cantil com bastante água;

- Utilizar chapéu ou boné para se proteger do sol;

- Não escrever, desenhar ou danificar as árvores;

- Guadar seu lixo e obedecer às instruções do condutor.
 

Contatos para realização de trilha


Magrelas’s

Fone: (31) 8422-4425



Primotur

Fone: (31) 3213-9839



Trilhando Minas

Fone: (31) 9811-2855

Realização
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário