domingo, 10 de fevereiro de 2013

EXPEDIÇÃO GEOTRILHAS/RN NA ESTRADA REAL - 4º Dia (Ipoema - Itambé do Mato Dentro/MG)



4º Dia
O quarto dia da Expedição Geotrilhas/RN na Estrada Real iniciou com um café colonial na Pousada Tropeiro Real, para logo em seguida fazermos uma visita ao Museu do Tropeiro, ainda em Ipoema. O museu é sediado numa casa construída no século XVIII e que pertenceu ao tropeiro conhecido como ‘sô’ Neco, o Museu contém hoje mais de 700 peças que fazem alusão à cultura tropeira, além de documentos desses comerciantes (título de eleitor, certidão de casamento e livros de compra e venda), que viajavam pelas estradas do interior brasileiro. Dessas, cerca de 500 pertenceram ao colecionador José Dutra – fazendeiro da cidade de Rio Vermelho. Essas peças puderam ser conferidas pelo grupo, na medida em que as guias do museu explicavam a importância do museu para a preservação do tropeirismo na região. 

Terminada a visita, partimos rumo aos 14 Km de caminhada com destino ao distrito de Senhora do Carmo. O distrito é datado do início do século XVIII, em que a mineração na região, (exploração de cristais na Serra dos Alves), o povoado era o principal objetivo das bandeiras. A estrada até o distrito apresentava bastante sinuosidade com subidas e descidas íngremes e pontes, mas que enchia os nossos olhos com a paisagem rural de Minas em meio ao recortado de serras. Eram cachorros latindo, agricultores passando e o cheiro do café e do preparo do pão de queijo alegravam a nossa caminhada. 

Chegamos ao Centro de Tradições de Senhora do Carmo, onde fomos recepcionados por um antigo tropeiro que fazia as honras da casa. No local, há uma exposição da história do distrito, além de oferecer cursos de tecelagem para as mulheres da comunidade. No centro ainda possui um local destinado para venda de artesanato e apoio ao turista. Terminada a visita, embarcamos na van com destino a Itambé do Mato Dentro. Neste momento, uma chuva bastante forte ameaçava cair na Estrada Real, que também, neste trecho, está recebendo pavimentação asfáltica. 

Em meio as serras esta localizada a pequenina cidade de Itambé do Mato Dentro, fundada pelo bandeirante Romão Gramacho, entre o final de 1600 e o início de 1700. O seu nome deve-se ao termo ITA-AIMBÉ ou ITA-AEMBÉ, que significa pedra afiada ou rochedo pontiagudo. Por volta das 16h:00, desembarcamos em Itambé do Mato Dentro, onde fomos direto para o Hotel Estrela para almoçar. Enquanto o almoço não ficava pronto, era hora de tirar a bagagem da van e tomar um banho para relaxar. A essa altura, os calos de muitos geotrilheiros já reclamavam. Com o almoço na mesa, realizamos a refeição, e logo em seguida, fomos conhecer a cidade, que por sinal, era bastante pacata. Uma típica cidadezinha no interior de Minas Gerais. Interagimos bastante com a população local, em que trocamos alguma experiência do jeito mineiro de ser, com a nossa tradição interiorana do Nordeste. Já a noite, o jantar foi servido, para logo sem seguida nos recolhermos e darmos por encerrado o dia.

Raio-X

Nível de Dificuldade – Média
Localização da Trilha – Boa
Disponibilidade de Socorro Médico – Boa
Apoio Logístico – Ótimo

Recomendações necessárias para trilhar

- Usar roupas leves, confortáveis e fechadas;
- Utilizar bastante protetor solar;
- Levar cantil com bastante água;
- Utilizar chapéu ou boné para se proteger do sol;
- Não escrever, desenhar ou danificar as árvores;
- Guadar seu lixo e obedecer às instruções do condutor.

Onde Comer 

Hotel Estrela
Fone: (31) 3836-5122

Onde Ficar

Hotel Estrela
Fone: (31) 3836-5122

Contatos para realização de trilha

Magrelas’s
Fone: (31) 8422-4425

Primotur
Fone: (31) 3213-9839

Trilhando Minas
Fone: (31) 9811-2855

Realização
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário