terça-feira, 12 de julho de 2011

TRIBUNA DO NORTE NOTICIA CRESCIMENTO DE 200% DA PRÁTICA DE CORRIDA DE RUA EM NATAL/RN

Créditos: Forest Gump
A prática de uma atividade física regular é um assunto constantemente comentado tanto entre a população e os profissionais da saúde, quanto nas mídias. Dentre as práticas realizadas em Natal, a corrida de rua, é uma das atividades que mais cresceram nos últimos dois anos. Para se ter uma idéia, de 2008 a 2011, as provas de corrida de rua aumentaram em 200% o número de participantes. O que para Natal, considerada uma das cidades com maior número de sedentários do Brasil, é um resultado mais do que positivo. Contudo, grupos de assessorias crescem, assim como praticantes. "Cada vez mais pessoas de todas as idades estão procurando orientação para iniciar nas corridas. A tendência é crescer ainda mais, principalmente por causa da qualidade dos eventos realizados", disse o preparador físico e diretor da Natal Runner, Walter Molina.

Para Nivaldo Pereira, da empresa Hora de Correr, organizador de corridas de rua em Natal, esse crescimento na procura pela atividade deve-se a conscientização da população para se ter uma vida saudável de maneira prática, uma vez que a corrida não demanda muito tempo, nem muito custo, além de se obter um retorno positivo fisicamente, mais rápido. Além disso houve o aprimoramento na estrutura das corridas, a preocupação na elaboração, e consequentemente isso refletiu  no numero de participantes. "A corrida de rua é uma prática que tem crescido muito a nível nacional e Natal não poderia ficar de fora. Para se ter uma noção, em 2008 para conseguir 500 inscritos em uma prova era preciso três meses de inscrições, eram realizadas apenas seis corridas por ano, enquanto hoje podemos fechar 2011 com 20. Até este mês de julho já foram realizadas 5 corridas de rua", disse Nivaldo.

Outro fator importante e que influencia na elaboração e divulgação desses eventos, é a falta de apoio de empresas privadas. "Havia uma dificuldade enorme em se conseguir o apoio de empresas privadas para a realização, o que de lá para cá tem melhorado, porém nesse quesito ainda estamos engatinhando. As empresas precisam acordar para isso e ver que o retorno para elas é garantido", afirmou o empresário.

A Hora de Correr foi uma das empresas que realizou no último fim de semana a 17ª Corrida Soldados do Fogo, evento realizado pelo Corpo de Bombeiros do Estado em comemoração ao 17º aniversário da corporação. Foram 1400 inscritos e aproximadamente 1800 participantes no evento, que contou com filmagem e registro fotográfico durante todo o percurso, monitoramento por chip, entrega de medalhas para todos os participantes, além de muita hidratação com água, frutas e isotônicos, com tudo o que uma corrida de nível nacional tem direito.

"A nossa meta era chegar aos 1000 inscritos, mas essa expectativa foi superada antes mesmo do término das inscrições quando contabilizamos 1400 participantes, o que no dia chegou a 1800. Não deixamos a desejar em nada, enfim, cumprimos com todas as exigências da Confederação Brasileira de Atletismo e a tendência agora é trabalhar para no ano que vem atingir os 3000 inscritos", finalizou Nivaldo Pereira.

Professores comentam os benefícios

Para se praticar qualquer atividade física é importante que haja o acompanhamento de profissionais capacitados para ajudar o iniciante. Especificamente para a corrida, existem empresas em Natal responsáveis por fazer toda a assessoria do aluno, desde seu encaminhamento para os profissionais da saúde, até o seu acompanhamento nos treinamentos.

"Não adianta colocar um tênis e sair correndo pelas ruas. É importante que o iniciante faça uma bateria de exames especializados com cardiologista e até mesmo uma reeducação alimentar com um profissional de nutrição. Estando apto para praticar essa atividade deve procurar profissionais capazes de auxiliá-lo de maneira correta" afirmou Walter Molina, personal treinner da Natal Runner, empresa especializada em assessoria esportiva.

Para Walter os benefícios da corrida são inúmeros, mas Natal, ainda falta muito para melhorar o quadro de adeptos em relação a outras capitais. Além da falta de estrutura nas ruas, ele afirma que não há políticas públicas para o incentivo dessa atividade na cidade, e lamenta esse descaso. "Existem poucos locais públicos para a prática de corrida. O que existe é falta de vontade da maioria dos políticos. É lamentável que uma atividade como essa seja desconsiderada pelo poder da cidade. ", finalizou Walter Molina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário