segunda-feira, 13 de junho de 2011

PARTICIPAÇÃO POPULAR MOSTRA ALTERNATIVAS PARA O USO DE SACOLAS PLÁSTICAS

São distribuídas, no mundo, entre 500 bilhões e um trilhão de sacolas plásticas por ano. No Brasil, são 800 sacolas por ano para cada pessoa. Um produto que tem custo zero para o cliente, mas requer injeções de recursos para solucionar as complicações que causa a longo prazo.

O plástico leva cerca de 400 anos para se decompor nos aterros sanitários ou nos lixões. O uso de material descartável em excesso resulta no acúmulo de lixo que vai parar nos bueiros, nos rios e nos mares e mata animais. O governo, por sua vez, precisa fazer altos investimentos para limpar essa bagunça.

O que as pessoas fazem com o saquinho plástico em casa? Quem aproveita a sacola? Tem gente que usa a sacola apenas para carregar um produto, enquanto existem várias alternativas como as bolsas de feira, as sacolas retornáveis e os carrinhos. O Ministério do Meio Ambiente lançou a campanha “Saco é um saco” para estimular o consumo consciente das sacolas. A ideia é recusar, sempre que possível, as sacolinhas que já se tornaram vilãs internacionais e são encontradas até mesmo em locais considerados paraísos ecológicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário